Restauração dos bens integrados da Venerável Ordem Terceira do Conjunto Franciscano de Olinda

E-mail Print
There are no translations available.

karla_gusmao O CECI realiza o projeto “Restauração dos bens integrados da Venerável Ordem Terceira do Conjunto Franciscano de Olinda” dentro do programa Funcultura /2012, do Governo do Estado de Pernambuco.

Os trabalhos no forro da Capela dos Noviços e na Sacristia da Ordem Terceira são a continuidade da implementação das ações previstas no Plano Diretor do Conjunto Franciscano de Olinda, elaborado pelo CECI em 2006. O Conjunto Franciscano de Olinda é um monumento nacional, tombado pelo IPHAN no ano de 1938, e é possuidor de elementos de valores de artísticos excepcionais, conforme atestou sua Declaração de Significância.

Dentro das ações previstas no Plano Diretor já foram realizadas na Ordem Terceira algumas obras de conservação e restauro, como das instalações elétricas, o forro da Sacristia da Capela de São Roque, o forro da Capela dos Noviços e o retábulo do altar da Capela de São Roque, executadas pelo CECI entre os anos de 2007 e 2009. Dando continuidade a estas atividades, que vêm revalorizando diversos ambientes da Venerável Ordem Terceira de São Francisco, o CECI foi contemplado no programa Funcultura / Sistema de Incentivo à Cultura da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (FUNDARPE). com o projeto “Restauração dos bens integrados da Venerável Ordem Terceira do Conjunto Franciscano de Olinda”

O projeto contempla os seguintes serviços:

- Limpeza das Lápides da Capela dos Noviços e da Sacristia da Capela de São Roque
- Restauro da Cimalha do forro da Capela dos Noviços;
- Restauro das Sanefas na Capela dos Noviços;
- Restauro das Sanefas na Sacristia

Limpeza das Lápides da Capela dos Noviços e da Sacristia da Capela de São Roque :

lapide
Fig. 01 - Exemplo de lápide da Capela dos Noviços:pintura sobre as bordas e respingos detinta sobre a peça

Os serviços tiveram início em 24 de janeiro de 2013, com a limpeza das Lápides da Capela dos Noviços e da Sacristia da Capela de São Roque. Estas lápides encontravam-se estado de conservação regular, visto que não apresentam problemas significativos em seu suporte material e não sofreram descaracterizações ao longo do tempo. Entretanto alguns trechos das superfícies encontravam-se recobertos de tinta, excrementos de animais, fuligens de vela entre outros. A limpeza das lápides foi uma ação necessária para valorização desses componentes e facilitarão a identificação dos restos mortais dos irmãos terceiros.

Lpide_antes Lpide_depoisa
Fig. 02 - Lápide antes da limpeza Fig. 03 - Lápide depois da limpeza

Restauro da Cimalha do forro da Capela dos Noviços:

As cimalhas da Capela dos Noviços se encontravam em mau estado de conservação, devido ao intenso e prolongado ataque de insetos xilófagos, a exposição direta à umidade e às goteiras. Isto ocasionou perdas generalizadas e fragilização do suporte (madeira) e da ornamentação pictórica. As cimalhas arrematam a base do forro que foi restaurado pelo CECI por meio dos recursos do Funcultura/ 2008.

SF_OTfoto_digital SF-Cimalha_-_Identifica_Policromia_-_Copy
Fig. 04 - Levantamento fotográfico digital em alta resolução do forro e da cimalha em 2007 Fig. 05 - Vestígios dos ornamentos originais nas cimalhas.

As cimalhas encontravam-se completamente recobertas com uma tinta de base mineral amarelo ocre, que encobria resquícios da policromia. Com a remoção da tinta, foi possível identificar os fragmentos e vestígios da ornamentação original. Ao contrário do forro da Capela dos Noviços, a cimalha apresentou grandes perdas tanto no suporte de madeira como na policromia. Considerando que a Capela dos Noviços é um espaço de uso contínuo e devocional para Venerável Ordem Terceira, a restauração teve como conduta  suavizar as marcas do tempo. A restauração visou também a complementação do forro já restaurado.  As intervenções realizadas foram o nivelamento de toda a cimalha e a coloração, segundo resquícios encontrados nas investigações. A policromia foi mantida sem ser reintegrada completamente . A intervenção visou apenas minimizar o distúrbio ótico causado pela incompletude dos desenhos.

Remoo_tinta_cimalha
Fig. 06 - Remoção da tinta mineral (pó xadrex) sobre os vestígios da ornamentação ornamentação da cimalha.

Restauro das Sanefas na Capela dos Noviços:

As sanefas da Capela dos Noviços e da sacristia da Capela de São Roque apresentavam-se bastante descaracterizadas. Algumas peças foram, anteriormente, decapadas ou receberam uma camada de tinta branca sobre a policromia e o douramento. Houveram perdas e danos nos ornamentos (talhas). A conservação e o restauro das sanefas teve por objetivo facilitar a leitura desses componentes artísticos, respeitando o estado no qual se encontram.

284 image_1
Fig. 06 - Janela estratigráfica na janela para investigação das camadas pictóricas. Fig. 07 - Decapagem das camadas de tintas de base mineral (caiação) sobre a ornamentação pictórica original (jaspeado).

As prospecções em algumas das sanefas mostraram que havia, sob a tinta caiação branca, resquícios de policromia em jaspeado e de douramentos. As remoções das camadas de tintas de base mineral (caiação) foi feita mecanicamente  com bisturi. Para consolidação das desagregações foi utilizada a goma arábica.

O serviço de consolidação estrutural do suporte em madeira nas sanefas da Capela dos Noviços foi feito com enxertos e proteses de cedro. Apenas pequenos complementos de entalhe e áreas de reintegração cromática das lacunas foram realizadas. A reintegração utiliza a técnica do pontilhismo, como meio de diferenciação técnica e é aplicada em um tom abaixo da cor original. Essa conduta visa evidenciar a contemporaneidade da intervenção. As áreas de novos entalhes são mantidas em madeira natural. O complemento do entalhe se necessário para o complemento formal da peça, pelo de a peça encontrar-se ornamentando o ambiente devocional que recebe muitos fiéis. A completude da peça, evidenciando as novas intervenções,é necessária para a compreensão estética do leigo.

sanefa_novico
Fig 08 - Reintegração cromática da sanefa.

Nas sanefas da Sacristia da Capela de São Roque, os mesmos procedimentos foram adotados, exceto o complemento dos entalhes. A medida tem fundamento nos princípios utilizados pelo CECI nos serviços de restauração realizados nesse ambiente: o forro, o retábulo de Nossa Senhora da Soledade e o lavabo em pedra. Trata-se um ambiente de uso restrito ao padre celebrante e ao sacristão, portanto não aberto ao público em geral. A conduta no restauro dessas peças foi garantir a leitura da peça, através do preenchimento de pequenas lacunas, expondo as marcas do tempo, assegurando a mínima intervenção e a autenticidade do bem. O princípio da mínima intervenção tem sido um destaque diferencial do CECI na conservação de bens artísticos integrados e aplicados. A prática observada pela comunidade técnica tem sido a do refazimento estético. Sobre o assunto, o CECI publicou um Texto para Discussão (volume 41- Série Gestão de Restauro) sobre "Os Limites do Restauro - Impasses Projetuais".

Sacristia_4 Novios
Novios_5 Novios_4
Fig. 09, 10, 11 e 12 - Sanefas da Capela dos Noviços antes das intervenções

Finalizando os serviços serão realizadas as pinturas parietais dos dois ambientes. Por meio do restauro das cimalhas e sanefas, os ambientes da Capela dos Noviços e da Sacristia da Capela de São Roque terão todos os seus bens artísticos integrados e aplicados restaurados, recuperando-se os principais valores histórico, artístico e religioso que conferiram o status de patrimônio nacional aquela edificação.

Equipe técnica:

Sílvio Mendes Zancheti - Coordenador geral
Jorge Eduardo Lucena Tinoco - Responsável técnico
Laura Karina Nobre Alecrim - Arquiteta Consultora
Rildete  Silva  do  Nascimento - Coordenação de execução
Fabiana de Araújo Botelho, auxiliar de restauração
Karla Fabiana Gusmão Barza, auxiliar de restauração
Natalie Fontes de Souza Mangabeira, auxiliar de restauração
Victor de Albuquerque Lins, , auxiliar de restauração
Marcos Andre de Oliveira, carpinteiro e entalhador


SF_OT_logamarcas

 

Projetos

Baltar Biblioteca

conservar_2

Pátio de São Pedro

plano-diretor

istmo

Leia a revista internacional

CT

Parceria voluntária

Lima_e_Silva_Advogado_e_Consultoria

 

 

 

Elaboração e acompanhamento de projetos de incentivos fiscais oferecidos em âmbito federal, estadual e municipal.

You are here: Home Notícias Restauração dos bens integrados da Venerável Ordem Terceira do Conjunto Franciscano de Olinda