Identificação de bens patrimoniais no sertão do rio São Francisco em Alagoas

E-mail Imprimir

O CECI iniciou o projeto de identificação dos bens patrimoniais dos municípios de Água Branca, Delmiro Gouveia e Olho D´água do Casado, no Estado de Alagoas. O projeto tem o apoio do Instituto Xingó.

O projeto tem três objetivos:

  • Identificar os Elementos Patrimoniais (naturais e construídos) segundo valores artísticos, históricos, científicos e sociais nos referidos municípios;
  • Indicar os instrumentos para a proteção dos Elementos Patrimoniais visando um futuro Plano de Gestão;
  • Elaborar uma proposta de tombamento para a Usina de Angiquinho, a primeira usina hidro-elétrica do Nordeste (1913)

A região do São Francisco é uma das regiões do Brasil que se destacam pela beleza natural e paisagem exemplar. Nela também se encontram ocupações urbanas estabelecidas desde o século XVIII, contendo elementos patrimoniais de valor que precisam ser protegidos face ao rápido processo de desenvolvimento que, em geral, vem ocorrendo na região. A proteção desses bens garantirá a identidade do lugar e dos seus habitantes, além de funcionar como instrumento educativo para divulgação desse potencial turístico. Informando aos moradores e aos visitantes se assegura uma base sustentável para essa região privilegiada pela presença de rios, riachos, serras e reserva florestal além de edificações urbanas e rurais de grande interesse patrimonial.

O trabalho será realizado por Sílvio Mendes Zancheti, Virgínia Pontual e Ana Rita Sá Carneiro.

 

Projetos

Baltar Biblioteca

conservar_2

Pátio de São Pedro

plano-diretor

istmo

Leia a revista internacional

CT

Parceria voluntária

Lima_e_Silva_Advogado_e_Consultoria

 

 

 

Elaboração e acompanhamento de projetos de incentivos fiscais oferecidos em âmbito federal, estadual e municipal.

Você está aqui: Home Notícias Identificação de bens patrimoniais no sertão do rio São Francisco em Alagoas