Retorno do Prof. Fernando Diniz ao CECI

E-mail Imprimir

O professor Fernando Diniz Moreira está retomando suas atividades no CECI. Ele encontrava-se na Universidade da Pensilvânia nos Estados Unidos onde concluiu seu doutoramento em Arquitetura sob a orientação dos professores David Brownlee e Witold Rybczynski.

Em sua tese de doutorado, o professor Diniz Moreira argumenta que apesar de ser um produto da modernização européia e norte-americana, o urbanismo teve um impacto muito maior em lugares nos quais a modernização ainda não acontecia ou acontecia de forma incompleta. Portanto, teorias formuladas dentro de um contexto de reforma social e modernização urbana, chegaram no Brasil ao mesmo tempo em que a modernização estava iniciando-se, ou seja, as soluções chegaram antes dos problemas.

Sua dissertação questiona a aplicabilidade das ideias do urbanismo moderno no Brasil. Na incompleta modernização brasileira, símbolos da modernização, como avenidas, fábricas, e arranha-céus, foram introduzidos sem uma reforma na estrutura social que as cidades modernas supostamente deveriam alcançar. O projeto do urbanismo no Brasil adquiriu uma dimensão marcadamente simbólica e foi reduzido a imagens fragmentadas de modernidade, espaços para uma sociedade moderna que ainda não existia. O estudo concentra-se no magnífico plano de Alfred Agache para o Rio de Janeiro, elaborado entre 1928 e 1930, e sua influência nas nas grandes remodelações urbanas promovidas pelo Estado Novo no próprio Rio de Janeiro, no Recife e em Porto Alegre. Nestas remodelações, promovidas por discipulos ou simpatizantes de Agache, blocos compactos de edifícios, longas perspectivas, enquadramentos de edifícios e monumentos, além de elementos arquitetônicos como as galerias térreas redefiniram as áreas centrais.

Esta tese vem coroar uma serie de estudos em história do urbanismo e da cidade que o professor Fernando Diniz vem empreendendo desde o início dos anos 90. A principal linha de questões que vem guiando seus estudos está justamente na interserção entre arquitetura e cidade. O crescente divórcio entre arquitetura e planejamento urbano mostra como estes dois campos disciplinares, que deveriam ser intimamente relacionados, foram incapazes de produzir um diálogo e de entender as limitações e potencialidades de cada um.

O Professor Diniz Moreira procura estudar na história tentativas de reconciliação entre cidade e arquitetura, de entendimento da cidade como elemento de referência para a prática arquitetônica. Ele está particularmente interessado no papel que novas idéias arquitetônicas, práticas culturais e sociais, códigos de construção e leis urbanisticas, e novos materiais e tecnologias desempenharam na formação da cidade brasileira. A perspectiva de trabalho do Professor Diniz Moreira, na qual a história da produção da cidade, da forma urbana, do urbanismo e da arquitetura se relacionam, são bastante oportunas e serão uma importante contribuição ao CECI.

 

Projetos

Baltar Biblioteca

conservar_2

Pátio de São Pedro

plano-diretor

istmo

Leia a revista internacional

CT

Parceria voluntária

Lima_e_Silva_Advogado_e_Consultoria

 

 

 

Elaboração e acompanhamento de projetos de incentivos fiscais oferecidos em âmbito federal, estadual e municipal.

Você está aqui: Home Notícias Retorno do Prof. Fernando Diniz ao CECI